[Livro] O Renascimento do Profissionalismo

O renascimento do profissionalismo “A situação das profissões na sociedade pós-industrial é avaliada por Freidson nessa seleção de artigos sobre a sociologia das profissões, buscando desenvolver uma teoria que tem no controle ocupacional do trabalho o seu eixo norteador. O interesse pelo tema decorreu da análise da profissão médica, feita pelo autor, anos antes da publicação deste livro, que reúne ensaios escritos ao longo de vinte anos.

O autor propõe o reexame de conceitos básicos, como o de divisão do trabalho e o princípio de autoridade administrativa, sustentando que os elementos essenciais do profissionalismo vêm assumindo outra forma, caracterizada pela hierarquia, a qual sujeita os profissionais ao controle das elites detentoras da autoridade técnica, administrativa e cultural, atribuições próprias das profissões no passado. O autor defende a idéia de que o profissionalismo é preferível a modos alternativos de organizar o trabalho profissional e sugere modos de fortalecer suas virtudes”.
==========================================================

Comentário do QUEMEL: o mais impressionante é que esse livro foi escrito na década de 1970. Profético, o livro desconstroi a metodologia usada para se conceber “as profissões do futuro”. Com as constantes modificações no mercado de trabalho, o que se pode concluir com a leitura do compêndio é que num futuro próximo, não haverá mais profissões. Com exceção daquelas mais tradicionais como Medicina, Direito e Engenharia, restarão apenas os profissionais, altamente qualificados, mas incluídos num grande exército de reserva, para horror de Karl Marx.

De tão denso a literatura, levei 18 meses para ler, estudar e compreender esse livro em forma de diamante bruto. A única certeza que deixou a leitura da pérola literária é que no futuro não vai sobreviver quem tiver pouco estudo, com ou sem diploma de graduação. Esse livro mostrará que ao invés de profissões do futuro, haverá espaço apenas para profissionais de futuro, qualquer que seja ele.

Esta entrada foi publicada em Leituras & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *