O técnico de futuro em informática

Caro colega, cara colega, salve! Segundo dados da Tic domicílios e usuários – área urbana, entre 2008 e 2011, aumentou 29% o número de lares com computador. São 18,3 milhões (32% dos domicílios), comparados aos 13,9 milhões da pesquisa de 2008 (25%). Somente 13,5 milhões dos domicílios, no entanto, têm acesso à internet. Isso significa que há, no Brasil, quase 5 milhões de computadores “mudos”, apesar de o número de domicílios com internet ter crescido 35% entre a pesquisa de 2008 e a de 2011.

Desses milhões de usuários-consumidores-clientes-usuários de bens e serviços de informática, pergunto a você que é técnico em informática e manutenção de hardware:

– Quantos clientes você possui no país?

– Quantos clientes você possui no estado?

– Quantos clientes você possui no município?

– Quantos clientes você possui no bairro?

– Quantos clientes você possui na rua, no edifício, na quadra, nas casas…?

Você já viu a quantidade de reclamações existentes no Blog do QUEMEL (seção consomeDOR) contra empresas que vendem desktops e notebooks?

Você já teve acesso às reclamações contra empresas de assistência técnica nos órgãos de defesa do consumidor (Procon, Delegacia do ConsomeDOR, Promotoria de Defesa do consomeDOR…)?

Você sabe o porquê do atendimento ao cliente ser ainda tão ruim?

Por que a prestação de serviços em informática e telecomunicações é tão precário, apesar de toda tecnologia?

Se você, técnico em informática e, principalmente prestador autônomo de serviços se lançar a desvendar esses números, verá que o tamanho potencial do seu mercado pode ser muito maior do que você pensa ou…imagina.

Bração e boa $orte,
Quemel

Esta entrada foi publicada em Doutor Computador. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

21 respostas para O técnico de futuro em informática

  1. Rudimar disse:

    Muito bom seus comentários sempre atualizados e matérias para quem trabalha na área você poderia passar “os segredos do notebook”

  2. Sebrae-MG disse:

    O Sebrae-MG gostaria de ajudá-lo a montar o seu próprio negócio. Se você trabalha ou quer trabalhar com Assistencia técnica em computadores e equipamentos de informática, temos a solução.
    Por meio do programa Empreendedor Individual você se formaliza e tem acesso a cobertura previdenciária, nota fiscal, assessoria contábil, isenção de taxas para o registro da empresa e muitos outros benefícios.
    Tudo de maneira bem simples, fácil e ágil.

    Acesse e confira tudo sobre o assunto gratuitamente: http://bit.ly/oJTtM8

    Baixe também o manual que explica como montar sua
    Assistencia técnica em computadores e equipamentos de informática: http://bit.ly/nw1YJW

    Mais informações:
    Blog: http://www.sebraemgcomvoce.wordpress.com
    Twitter: @SEBRAE_MG
    Facebook http://www.facebook.com/sebraemg

  3. Caro Virgílio, salve!

    Para aperfeiçoamento na área sugiro um curso de manutenção de notebooks, caso você já tenha feito o de montagem e configuraçao de computadores.

    Fazer upgrade de processador, memória e disco rígido seria também um upgrade na carreira.

    Aconselho também um curso de Redes de Computadores. Seria o básico: montar e configurar redes cudando de sua segurança.

    Há muito trabalho para profissionais que saibam planejar e montar redes com até 24 computadores.

    Estudar redes wireless e antenas seria outra boa sugestão.

    A certificação seria mais uma conquista pessoal do que profissional. Com tantas facilidades para se conquistar o canudo digital que viraram banais. Qualquer uma.

    Bração e boa $orte,
    Quemel

  4. Virgilio Azevedo disse:

    Caro Professor Quemel, conheci o seu blog há somente há dois dias, mas posso lhe garantir que, baseados nas coisas que já li, é de uma grande importância para a carreira de técnicos de informática. Já baixei todo seu material da 9ª oficina CDINFO e amanhã vou começar a estudá-lo. Trabalho na seção de informática de um órgão federal, mas estou com idéias de começar a fazer manutenção particular para complementar o salário. Gostaria de saber como posso me aperfeiçoar na área de manutenção, teho que ter um curso técnico?quais livros no mercado são bons para o enriquecimento da teoria? e se há a necessidade de obter a certificação da compTIA.

    Desde já lhe agradeço e parabenizo pela ajuda prestada à comunidade de técnicos.

    Sucesso!

  5. Caro Paulo Santana, salve!

    com a minituarização dos componentes às vezes fica mais barato trocar do que consertar.

    Veja os notebooks da HP: por erro de projeto quando a solda arrebenta, fica cerca de R$ 600 o “conserto”. O problema volta daqui a 90 dias. E trocar a placa-mãe custa R$ 1.4 mil. Com mais R$ 200 eu compro um Dell novinho.

    Claro que vale a pena, não só notebooks, mas também netbooks, smartphones, Ipads.

    Se IPod, TuPodes, elePode….

    Bração e boa $orte,
    Quemel

    P.S Para esse mercado, vc deve ter sempre um equipamento para backup.

  6. Paulo Santana disse:

    Caro Quemel,

    Li um comentário seu aqui no blog e em um fórum sobre manutenção de notebooks, vc comenta das dificuldades e armadilhas da manutenção desses equipamentos, porém ambos os comentários são de 2007.
    No mercado atual vc indicaria a especialização nesse equipamento? Possuo curso em eletrônica e desktop, e estou pensando em fazer um curso que foque na eletrônica do notebook, o que poderia comentar sobre isso?

    Grande abraço!

    (obs: gostei muito do seu blog, parabéns)

  7. Olá pessoal,

    o arquivo não está mais à disposção!

  8. Douglas disse:

    Ola Caro amigo, se possivel, gostaria que me enviasse esse seu famoso “Segredo dos notebooks.pdf” que me sera de grande ajuda. Desde ja, agradeço!

  9. Rodrigo Pereira disse:

    Boa Tarde!
    Sou ténico em Informática em Rosário do Sul (RS), estou fazendo um curso de manutanção de Notebooks, mas tenho visto em alguns foruns o pessoal comentando sobre “Segredos dos Notebooks”.pdf, um material feito pelo senhor.
    Agradeceria muito se vc pudesse me enviar por e-mail este documento.
    Muito Obrigado.

    Atenciosamente.

    Rodrigo Pereira

  10. Arthur disse:

    Prezado Quemel, sou um usuário assíduo do seu blog e hoje lendo um de seu posts antigos me deparei com este sobre notebooks. Será que o senhor poderia me enviar o material “Segredo dos notebooks.pdf” ???
    estaria muito agradecido. arthur

  11. Guilherme disse:

    Olá Professor Quemel, teria como o senhor me mandar o segredos dos notebooks.pdf?
    Obrigado

  12. Rafael disse:

    ola boa noite quero lhe pedir pois estou precisando muito do segredos de notebooks.pdf, se voce poder me enviar, lhe serei muito grato.

  13. eduardo disse:

    Caro, amigo eu estou precisando muito do segredos de notebooks.pdf, voce poderia me enviar, e serei muito grato.

    SDS

  14. luciano khan disse:

    boa noite caro quemel ,tenho ouvido falar muito do seu trabalho “os segredos do notebook”mas vasculhei seu blog e infelizmente nao consegui achar ,gostaria, se for possivel ,que voce me indicasse como fazer para obter buma copia , pois atuo como tecnico em informatica e quero ingressar no ramo de notebooks e creio que esse trabalho me ajudaria muito , desde ja agradeço.

  15. CCemma disse:

    Só vim comentar sobre o que vc escreveu (no guia do hardware) ao Sr. de 43 anos que pensava em entrar pra area, me separei e e estava na mesma duvida, faço um curso tecnico ou nao, vc me fez decidir. Obrigada, continue com essa garra e determinação. De gente assim que o Brasil precisa.
    Parabens

  16. Caso José Netto,

    esse seguro é o técnico quem deve fazer antes de pegar, por exemplo um notebook de R$ 11 mil e danificá-lo.

    Quando comecei em 1999 a dar manutenção em notebooks, quase que ia me ferrando, pois peguei um Dell com uma partição escondida e que só aparecia com um utilitário da IBM.

    Sem saber apaguei a partição e não consegui mais recuperar. Por isso em 2000 montei um curso sobre manutenção de notebooks com o nome “Segredos dos Notebooks”.

    Nesse texto eu mostrava TODOS os segredos de notebooks como Compaq, Dell, HP, Gateway, Acer e até IBM (hoje, Lenovo).

    Nesta época só os técnicos formados nesses fabricantes é que conheciam esses segredos, mas como tinha uma excelente rede de informação dentro das fábricas, consegui furar o bloqueio.

    Quanto ao seguro, você pode contratá-lo em qualquer banco.

    Por exemplo para um notebook de R$ 8 mil eu pagava um seguro de R$ 2 mil, mas foi o último, pois a seguradora só queria pagar R$ 4 mil se desse perda total.

    A malandragem demais, atrapalha.

  17. José Netto disse:

    Prezado Quemel,
    Tenho acompanhado seus comentários em alguns fóruns, principalmente a respeito de certificações, o qual abriu-me os olhos para a gritante situação da possível “Indústria de Certificações”, e sobre as pretensões de candidatos a técnicos de informática que, a partir de um curso de montagem de HW, acham-se preparados para enfrentar o mercado. Quanto a sua opnião sobre manutenção de notebooks, onde posso encontrar o tal do seguro contra imperícia técnica? Pretendo fazer um curso de HW para o promissor mercado de notebooks e fiquei curioso sobre o seu questionamento.

    Grato pela atenção e parabéns!

  18. Cara Nayara,

    fico-lhe grato pelas palavras de incentivo, pois creio sejam honestas e sensatas.

    “[…]Posso obter informações diretas nesses órgãos de reclamações?”

    Não só pode como deve, pois mesmo você não sendo uma bacharel em Direito, nada impede de você como consumidora “advogar” por seus clientes nas instâncias do Código de Defesa do Consumidor.

    O artigo 44 da lei 08.078/90 (Código de Defesa do Consumidor) lhe permite verificar quem são as empresas picaretas de informática e telecomunicações.

    Veja o post Artigo nº 44 do CDC na marra e saiba o porquê de todos anos eu conseguir abreviar a vida de algumas lojas de informática picaretas.

    bração,

    Quemel

  19. Nayara disse:

    Olá Quemel. Periodicamente visito seu blog, que tem sido uma das ferramentas da minha pesquisa de mercado tecnológica. E esse post me disse tudo que já estava na minha cabeça, mas que até então não havia “aparecido”.

    Iniciei minha jornada Sebrae há pouco mais de dois meses, e entre idéias de negócios, justo a “loja de informática” que ocupa posição considerável no ranking de reclamações.

    Como consumidora, acho e sempre achei de ruim a péssimo tudo ou quase tudo nas lojas de minha cidade. Das cidades vizinhas ainda vou pesquisar. Causas descobertas por mim: péssimo atendimento, falta de conhecimento na área, produtos made in china (mp3, pen-drive e outros acessórios pequenos), manutenção que nunca resolve nada (acho que pode ser estratégia ou má qualificação), lojas que foram fiscalizadas e tiveram produtos presos, trabalho “semi-escravo”, enganação. Tudo que lembrei até agora, com base no meu banco de dados antes de descobrir meu espírito empreendedor.

    Mas a pergunta é: Posso obter informações diretas nesses órgãos de reclamações?

    Para quebrar o paradigma que quase sempre há um picareta em um estabecimento de informática deve demorar um tempo considerável. Tirando o cliente “inocente”.

    Bom, espero que se tudo der certo eu possa realmente descobrir todo esse potencial e fazer dele a chave para meu sucesso, sem picaretagem é claro.

    Saiba que seu blog é muito interessante, e ajuda desde o consumidor até quem oferece o produto em questão. Sucesso em suas consultorias.

  20. “Cara Légia, valiu pela deca!”

    Brincadeiras à parte, quero te agradecer pela visita e principalmente pelo carinho em ter lido o post com “olhos de lince”

    Valeu mesmo!

    Já arrumei

  21. Lígia disse:

    Passei por seu blog e achei muito interessante. Só um comentário: “Possui” é com I.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *