[O Crepúsculo do Dragão] Glossário

Jorge Arthur Mohammed.  Agente classe Dragão. Número 9. O hacker mais letal do (Tecnology Crime Unit – Unidade de Crimes Tecnológicos) TCU. Foi Analista de Inteligência na CIA/NSA e agente operacional do Mossad. Ninguém sabe ao certo como é seu nome verdadeiro ou possui quaisquer foto que o identifiquem.
TCU. Unidade de Crimes Tecnológicos (Tecnology Crime Unit). Agência fantasma composta de ex-hackers proscritos das 12 principais agências de Inteligência no mundo (CIA, MI6, MOSSAD, GRU, DSGE, ABIN, NSA, MSS, RAW, SIS, BND e CSIS). São fantasmas que agem em todo o mundo, mas nunca conseguiram ser capturados devidos às suas qualidades especiais em invasão de sistemas de computadores e telecomunicações.
KYDOHN. Seção de Operações Especiais, cuja missão é sancionar (assassinar) pessoas. São assassinos altamente treinados.
manoJAM. Nome de código de Jorge Arthur Mohammed na Deep Web.
KYDOHN. Seção de Operações Especiais, cuja missão é sancionar (assassinar) pessoas. São assassinos altamente treinados.
Extração/Exfiltração. Processo de sair clandestinamente de um pais após uma missão, bem sucedida ou não.
Ninho. Base secreta do Technology Crime Unit (TCU). Ninguém sabe ao certo sua localização. Especula-se que seja em Nairoby. Antes de ser tornar uma agência apócrifa, ficava na Base Naval de Haifa (Israel).
“Sancionar”. Assassinar alvos (pessoas) previamente estabelecidos. Quando se recusou em sua 98ª. missão a “sancionar” uma criança, filha de um embaixador e adido militar, Jorge Arthur foi execrado do KYDOHN. Se tornou um pária.
GUARDIÃO. Malware que se infiltra em todos os sistemas de câmeras do mundo, identificando pessoas por intermédio de reconhecimento facial. Todos os satélites militares de reconhecimento foram contaminados. E as tentativas de extirpá-lo resultaram na destruição dos equipamentos, provocando prejuízos de bilhões de dólares.
Anastácia Samirah Dilshad. Agente mais letal do KYDOHN. Recebeu como última missão assassinar Jorge Arthur Mohammed. Não imaginava a supresa que o destino lhe reservaria ao encontrar o seu alvo. Após a missão estaria livre para seguir sua vida.
Esta entrada foi publicada em O Crepúsculo do Dragão. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta