Mercado do futuro ou de futuro?

Quando criei em 1994 o ofício (não confundir com profissão) de consultor doméstico em informática pensava principalmente nas oportunidades surgidas com as mudança nas relações de trabalho. A Internet foi um mero detalhe. A maioria das pessoas achava piada montar uma rede de computadores em casa para se trabalhar.

Em 2014 quando completei 50 anos de vida e 20 de consultoria doméstica em informática (CDINFO), os céticos continuavam a rir. Eu? Planejava cenários futuros. Qual seria o profissional mais preparado para dar suporte aos teletrabalhadores? Você ainda tem dúvida?

Esta entrada foi publicada em Doutor Computador. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *