2º Batalhão de Infantaria de Selva

O 2º BIS, criado em 1969 e sediado em Belém, é uma das mais tradicionais organizações militares do Exército, tendo um de seus elementos formadores, o 15º Batalhão de Caçadores, participado da Campanha da Tríplice Aliança.

Possui como patrono a figura impoluta do português Pedro Teixeira, cujos feitos ganharam dimensão nacional. O historiador luso Jaime Cortesão afirmava que “as expedições de Raposo Tavares e Pedro Teixeira são os fatos que primeiro e melhor conduzem à delimitação do território brasileiro”.

O 2º BIS vangloria-se em ostentar a denominação histórica de “Batalhão Pedro Teixeira”, o grande reconhecimento a esse inigualável devoto da Amazônia
==========================================================
Comentário do QUEMEL: no dia 23 de abril de 1970 visitei o 2º BIS. Uma simples inscrição feita em mosaico na parede marcou minha vida para sempre. Dizia em letras garrafais na parede do batalhão: “Não pergunte se somos capazes, dê-nos a missão“. Por isso, missão dada é missão cumprida. Quando o dia 31 de dezembro de 2017 chegar, estarei livre e pronto para prosseguir em novos caminhos, mas com a certeza do dever cumprido. SELVA!

Esta entrada foi publicada em Leituras & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

7 respostas para 2º Batalhão de Infantaria de Selva

  1. Haroldo Barbosa Junior disse:

    Foi a melhor faze da minha vida servir no 2º BIS entre 78/82 na 2ª Cia Fz Sl onde tinha a operação Boina que fiz na ilha de Arapiranga, Cachoeira Porteira em 79, PELOPES em 79, me ensinou muita coisa, quem serviu no ano se lembra do 1º Ten Castro Meira da equipe de selva da 3ª Cia que na epoca ficava atraz do rancho perto do paiol tempos muito bom que não voltarão mais tenho muito orgulho de ter servido nesta unidade do EB SELVA BRASIL ….

  2. irineu cruz disse:

    Em 2019 o 2º bis fará 50 anos, eu que tive o orgulho de servir no ano da transição de 26º Batalhão de Caçadores para 2º Batalhão de infantaria da selva ano de 1969, e me pergunto onde andará os que serviram junto comigo, alguns devem ter partido, outros se ausentaram de Belém
    Foi um tempo que não se esquece jamais, o exercito era um formador de cidadões para servir a patria, em breve fará 50 anos…será que irão preparar alguma comemoração

    Eu fui da CPP (cia de petrechos pesados), sob o comando do cap. azevedo..tinha o cabo barradas, cabo zé maria, sargento bruzaca, sagento brasiliano…e outros que a memoria não lembra

  3. Jadson Jarves Melo Cunha disse:

    Fui da 3ª Cia de Fuzileiros de Selva/89. Foi uma experiência inesquecível e de muita valia para minha vida meu número 1314, meu comandante Ten. Carneiro; comandante do batalhão Pedro Teixeira Coronel Carlos Alberto Pinto Silva, sub Major Tanaka, quem for dessa época testificará que foi verdade: TERCEIRA, GUERREIRA, OPERACIONAL Selva!

  4. BETO BARROS disse:

    Tudo o que sou hoje devo ao 2º BATALHO DE FUZILEIROS DE SELVA. 90 FOI UM ANO MUITO DIFICIL POREM PROVEITOSO. acho que o pazer de narra a oraçao go guerreiro de selva me fez o homem que sou hoje.
    Senhor!
    Tu que ordenaste ao Guerreiro de Selva
    Sobrepujai todos os vossos oponentes
    Dai-nos hoje da floresta:
    A sobriedade para resistir;
    A paciência para emboscar;
    A perseverança para sobreviver;
    A astúcia para dissimular;
    A fé para resistir e vencer.
    E dai-nos também,Senhor,
    A esperança e a certeza do retorno
    Mas se defendendo esta brasileira Amazônia
    Tivermos que perecer,ó Deus
    Que façamos com dignidade
    E mereçamos a vitória!
    Seeeelva!
    Acredito que essas palavras juntamente com outras como: “Aprenda a suportar os desconfortos e as fadigas sem queixar-se , seja moderado em suas necessidade” Fizeram o Homem que sou hoje. Obrigado Exercito Brasileiro.

  5. Adriano Henrique da Rocha e Silva disse:

    Meu maior sonho quando eu completar 18 anos e servir o exercito no 2º BIS concerteza honrarei a farda do exercito com muito orgulho.

  6. Joel Veras disse:

    Foi uma honra servir no 2º BIS em 1990. Companheirismo, determinação e acima de tudo respeito pelo próximo, uma família para mim. Saudades

  7. Armando Marinho disse:

    Grande amigo Luiz Henrique. Na última viagem à Belém, à trabalho, tive o prazer de conhecer alguns companheiros do EB que serviam no 2º BIS e pude sentir o orgulho em trabalhar em uma unidade histórica, algo que se sente e mesmo que se possa descrever em palavras, nao chega nem perto da realidade do sentimento. Grande abraço meu amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *