Cartas a um jovem instrutor de informática: aula particular

Caro colega, salve!
você me agradece pelos conselhos que recebeu aqui nesse blog e aproveita para informar que sua nova ocupação como instrutor de informática corporativa segue em plena ascensão. Fico prá lá de satisfeito e ao mesmo tempo lisonjeado pelo novo pedido: como se tornar um instrutor particular

Fique tranquilo! Você como técnico em informática autodidata possui as melhores possibilidades para continuar nesse ofício e reune as habilidades necessárias de comunicação para o novo desafio. Mas, para tudo deve haver método & metodologia.

Quando comecei a ministrar aulas particulares de informática (personal trainner digital) em 1995 para crianças, jovens adolescentes, adultos e idosos, usava um método simples.

Consistia num modelo usado na 2ª guerra mundial que acelerava o treinamento de novos funcionários na industria de material bélico.

Era composto de três passos:

1º Eu faço, eu te explico.
2º Tu me explicas, eu faço.
3º Tu fazes, tu me explicas.

Desenvolvi até um manual de sobrevivência para o instrutor particular de Informática. Na verdade uma (re) construçao do excelente livro Manual de Sobrevivência Para o Professor Particular [de Idiomas]. Ficou tão bom que a partir de formulários do livro criei o LNTP (Levantamento de Necessidades de Treinamento Particular). Sugiro que você adquira um exemplar e também o reconstrua dentro de suas possibilidades e vivência profissional. Segue abaixo a sinopse do material.

SINOPSE. “As principais questões com as quais se defronta o professor particular de idiomas são abordadas por este livro de forma leve e bem humorada acompanhadas de sugestões das mais didáticas às mais práticas, para ajudar o cotidiano do professor. Sugestões de atividades, de correção e avaliação assim como de planejamento e acompanhamento e até mesmo dicas de como abordar o delicado tema do pagamento. Um instrumento de grande utilidade para o professor particular de idiomas”.

Bração e boa $orte,
Quemel

Esta entrada foi publicada em InsTrUTOR. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas para Cartas a um jovem instrutor de informática: aula particular

  1. José Fernandes disse:

    Olá gostei do texto e do arquivo LNTP. Estou querendo dar aulas particulares de informática para gerar uma grana extra. Gostei bastante das dicas.
    Obrigado!

  2. Amilton Candido disse:

    Muito obrigado!

    Após acessar seu blog e ler o que você escreve foi que passei a cogitar em me tornar um técnico consultor, e esse livro com certeza será de grande ajuda.

  3. Beatrice Lima disse:

    Bom dia Sr Quemel!

    Eu nem o conheço pessoalmente porém já o amo. Calma, deixa eu explicar!
    Esse é o primeiro dia (27/02/2014) que estou acessando o seu blog e percebo a preocupação e interesse em ajudar ao próximo sem expectativas de receber nada em troca. Percebo também o ser “o mano” que és, inteligente, autodidata, ético, carismático, enfim um ser do bem que gosta do que faz e faz o que gosta. Ensina com propriedade, habilidade e conhecimento.

    Grata imensamente por nos ajudar, no que precisar estamos por aqui.
    Sucesso sempre!!!
    Beatrice Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *