Técnico, como está sua Avaliação Diagnóstica?

Anamnese & Exame físico Sinopse. Revisada e ampliada, a obra mantém a clareza na exposição dos conteúdos e o foco na humanização do contato com os pacientes que a tornaram um recurso para estudantes e profissionais da área.

A realidade, a circunstância em que vivemos, precisa ser por nós interpretada. Temos a necessidade de atribuir-lhe significados para poder interagir com ela. Sem interpretação, compreensão ou explicação, não saberíamos como abordá-la ao exercer nossas atividades.

Essa compreensão ou explicação é feita pela elaboração de modelos e teorias, os quais organizam a nossa percepção e interpretação do mundo (Souza,1996).

As teorias (representações do mundo) são aceitáveis se atenderem aos nossos projetos e, quando essas representações não são úteis, são substituídas por outras. Não existe saber acabado, definitivo. É impossível elaborar teorias perenes, pois a capacidade humana tem limites, e a realidade é processual, um vir a ser constante. [Deguste aqui o capítulo 1]

================================================================
Comentário do QUEMEL: Recomendo esse manual para os técnicos de manutenção de hardware e software. Um importante instrumento metodológico que pode auxiliar na avaliação diagnóstica (anamnese) ao equipamento do cliente. Aprendendo semiologia e semiotécnica, poderemos adaptá-las para os problemas nos equipamentos.

Reconstrui o modelo apresentado no livro. Criei o Método de Isolamento do Problema que tornou meus diagnósticos muito mais precisos. Construi modelos inclusive para a manutenção preditiva.

Foi interessante alertar um cliente em relação ao seu disco rígido. Pelas minhas anotações e acompanhamento do ambiente operacional do cliente, o HD Quantum já contava com mais de 7 mil horas de uso (o MTBF do disco era de 5 mil). Quando a tela do PC começou a incluir alertas do MTBF via S.M.A.R.T ele achou que eu era um bruxo com uma bola cristal. Conseguimos fazer o backup.

Esta entrada foi publicada em Leituras & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.