[Livro] A Contraespionagem Brasileira na Guerra-Fria

“Faz apenas vinte anos e ninguém mais lembra dela. Muitos jovens nem ouviram falar, no entanto ela dominou as relações internacionais e estava no centro das preocupações dos formuladores de políticas: A GUERRA FRIA, onde as duas super-potências mundiais – Estados Unidos e União Soviética – e seus aliados, faziam da espionagem o elemento fundamental de Defesa Nacional para evitar a grande hecatombe nuclear, ou a vitória de seus adversários. Era a guerra surda entre os dois sistemas: CAPITALISMO e COMUNISMO.

Embora seja um fato pouco conhecido, o Brasil também participou desse embate, onde participavam todos os agentes dos grandes Serviços de Inteligência do mundo como a CIA norte-americana, o KGB, da União Soviética, o BND alemão, o SIS da Grã-Bretanha, o MOSSAD, de Israel e, porque não, o SNI do Brasil.

Este livro trata de espiões e de espionagem. Seu autor esteve envolvido diretamente nessa guerra, onde atuou no analista e como agente. Os episódios por ele narrados têm a chancela de quem foi observador privilegiado desse jogo, uma vez que chefiou os departamentos de contraespionagem e de contrainteligência nos órgãos de Inteligência do Brasil.

Por ser um depoimento idôneo sobre um dos episódios pouco conhecido do público brasileiro vale a pena lê-lo”. [Saiba mais sobre o meu conterrâneo e autor]

Esta entrada foi publicada em Leituras & Cia e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.