Informação profissional ou orientação vocacional?

Luz no Final do túnel?

rafa.redes é o nickname de um participante do Forum Clube do Hardware. São centenas de jovens que todos os dias batem à porta dos foruns de informática em busca de alguma ajuda, auxílio para identificarem um ofício, ocupação ou a profissão dos sonhos. No post, o participante começa assim seu apelo:

[…] O problema em questão é que estou procurando alguma oportunidade na área desde o inicio do curso e o que eu vejo é que as empresas cada vez mais estão abolindo candidatos sem experiência profissional, até para uma simples vaga de digitador, isso eu posso alegar plenamente por causa de uma entrevista que realizei que não foi nada agradável e fez com que eu gostasse menos do curso;

E por isso e outras coisas que estou a um ponto de desisitir não só do curso de redes mas da minha carreira que desde cedo pensei em trabalhar. É decepcionante ver isso acontecendo no mercado.. o que estou vendo também é que candidatos que não tem nem a minha formação conseguirem alcançar alguma oportunidade na area, ocupando uma vaga de uma pessoa que realmente precisa…”

Foi um diálogo interessante, além de grandes números: sete páginas com cerca de 90 respostas e acima de 5.000 visualizações. Foram quase três meses entre a data que ele postou (dez/2008) e sua decisão final (mar/2009). Tentei (com)vencê-lo a mudar uma visão sem perspectiva. Um profissional do século XXI que ainda raciocinava com se ainda estivesse no século XVI. Ao final do post, o caro colega Rafael suplica:

“[…] continuar o curso em alguma outra faculdade?, fazer alguma certificação ou curso técnico? Mudar de curso, por exemplo fazer Sistemas, ou engenharia ou Ciencias? Preciso muito de alguma ajuda!

Rafael conseguiu! Veio, (ou)viu e venceu.

E você, com sua experiência de vida profissional, o que aconselharia ao rafa.redes? Tenha paciência e leia cada post atentamente. Saiba qual a diferença entre orientação vocacional e informação profissional.

Descubra qual o final dessa história que mistura humildade, alteração da visão de mundo e superação de dificuldades. Muitos são os camimhos para se pavimentar a estrada profissional, o mais importante deles é não deixar ninguém para trás, mesmo que isso custe uma vida inteira. [Leia mais]

Esta entrada foi publicada em Carreiras Digitais & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *