Feitiço virou contra o feiticeiro

As empresas exigem, os candidatos se contorcionam para chegarem perto dos requisitos.

A verdade é que agora os “gênios” que as empresas tanto requisitaram começam a provocar grandes conflitos no ambiente de trabalho.

Nas empresas de informática ele é conhecido como “mosca branca”. Possue três cursos superiores (Direito, Psicologia e Jornalismo) um mestrado, um doutorado e ainda persegue um MBT (Master of Business & Techonology), tem 47 certificações, fala fluentemente quatro idiomas e enquanto dorme aprende Mandarim, mas quando chegou para trabalhar o RH percebeu: é um “mala sem alça”.

Não respeita os colegas de trabalho mais experientes e quer usar os novatos com escada. Já mandou um recado para o RH: “[…] se até o final do período não for promovido, abandonará a empresa”.

Resultado? Foi mandado embora. É a geração Y, Z e W que ainda não aprendeu o A, B , C… do respeito.

Esta entrada foi publicada em Carreiras Digitais & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *