[Alma gêmea] Com amor, ternura e carinho

Coração_da_Moça* Por Emmanuel

Alma gêmea da minha alma,
Flor de luz de minha vida
Sublime estrela caída
Das belezas da amplidão.

Quando eu errava no mundo…
Triste e só, no meu caminho
Chegaste, devagarinho,
E encheste-me o coração.

Vinhas na benção das flores
Da divina claridade,
Tecer-me a felicidade
Em sorrisos de esplendor!

És meu tesouro infinito.
Juro-te eterna aliança
Porque sou tua esperança,
Como és todo meu amor!

Alma gêmea de minha alma
Se eu te perder algum dia…
Serei tua eterna agonia,
Da saudade nos seus véus…

Se um dia me abandonares
Luz eterna dos meus amores,
Hei de esperar-te, entre as flores
Da claridade dos céus.

* Essa é a poesia do senador Públio Lêntulus Cornelius, escrita quando ainda era um jovem, na encarnação que viveu na Roma antiga, dedicada a Lívia, com quem se casou. Essa história encontra-se no livro “Há dois mil anos” (Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira).

Ouça a música Alma Gêmea no player abaixo:

Esta entrada foi publicada em O Crepúsculo do Dragão. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *