Estágio, sim. Subemprego, não!

Algumas empresas que agenciam estágios com a conivência de outras tantas instituições de ensino superior perderam a decência.

É o que se pode constatar com certas vagas de estágio que são oferecidas todos os dias. Vagas de subemprego (tercerizadas e precarizadas) disfarçadas de estágio. Exigências muito superiores aos classificados de empregos nos jornais.

Dá para imaginar uma vaga para “estagear” de 8h às 18 pagando apenas uma famigerada bolsa-auxílio (BA) de R$ 360, onde se exige do aspirante ao estágio, experiência mínima de 12 meses em procedimentos que envolvem intervenção técnica e gestão de processos?

Deveria se instituir um prêmio para a instituição que divulgasse um maior número de vagas para “escraviários” ou “estagiotários”.

Esta entrada foi publicada em Carreiras Digitais & Cia. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

14 respostas para Estágio, sim. Subemprego, não!

  1. Algumas “empresas” procuram se aproveitar das brechas legais para reduzirem seus custos contratando funcionários pelo regime da lei 11.788/08, conhecida como Lei de estágio.

    É conveniente para as empresas contratarem um profissional qualificado, pagando um salário bem mais baixo, além de aliviar-se dos encargos trabalhistas.

    Tive duas “oportunidades” de estágio. Uma das empresas estava abrindo duas filiais, sendo uma aqui mesmo em Araçatuba e outra em uma cidade próxima. Precisavam de alguém para treinar os funcionários sobre a estrutura de informática da empresa, além de ser responsável pelas áreas de manutenção, redes, políticas de segurança e pelo site da empresa. Nem comento qual seria o “salário”. Como disse o amigo anteriormente, vendendo balas daria para ganhar facilmente o dobro do “salário”. Abandonei a idéia.
    A outra empresa precisava de alguém para trabalhar na parte de divulgação por internet, e-mail marketing, enfim, tornar o nome da empresa vísivel na “grande rede”. Quando solicitei mais informações sobre os projetos da empresa, como empreendimentos que seriam desenvolvidos na minha região, valores, capacidade produtiva que eu poderia alcançar (por exemplo, atingir x clientes por dia durante um período de y dias) e renda que eu poderia obter eles simplesmente “viraram fumaça”. Deu para ver que não é uma empresa séria, agora imagine se eu tivesse aceito…

    $orte e $ucesso.

    Claudio R. E. Boaventura

  2. Rodrigo_Nascimento disse:

    Ei Quemel, acho que entrei no blog errado! Não sabia que havia se transformado em um balcão de emprego. 🙂

    Brincadeiras a parte, se ele comprar um pacote de balas a R$ 2,00 e um pacote com 100 pacotinhos por R$ 1,00.

    Se de cada pacote de balas ele conseguir fazer 10 pacotinhos e fosse vender a R$ 1,00 cada, ele teria um lucro de R$ 7,90 (R$ 2,00 – R$ 0,10).

    Suponhamos que fosse vendido 20 unidades por dia durante 5 dias da semana (sabado e domingo a pessoa curte) e quatro semanas no mês daria: 2×7,9x5x4= R$ 316,00.

    O caso parece ser figurativo mas não é. Tem um vendedor aqui onde moro que chega a vender 50 pacotinhos todos os dias. Faça as contas! Pense bem gente, entre ser estagiário e vender balas prefiro vender balas.

    Até

  3. cleberucb disse:

    Desanimador, Quemel, é presenciar esse tipo de exagero, em uma autarquia federal! A coordenadora de RH escolheu o estagiário que tinha o currículo mais ‘rodado’, sem qualquer constrangimento.

  4. cleberucb disse:

    E não sabem o porquê de não conseguirem o tal estágio…

  5. renata disse:

    eu gostária de encontra um estágio assim pela tarde .e rápido ..

  6. jessica disse:

    estou a procura de um estagio pela manhã preciso muito tenho conhecinhento em telemaketing e infornatica caso gostarem mandeuma mensagem para meu mail

  7. Antonio disse:

    Em poucas linhas, a Aparecida apresentou erros grosseiros. Com esse nível de conhecimento da língua portuguesa, fica difícil conseguir emprego. Quem trabalha com tecnologia precisa escrever: (1) para enviar e-mails; (2) para escrever comentários no código; (3) para especificar requisitos; ….. Sem falar da língua inglesa.

  8. Cara Aparecida,

    sugiro que antes de procurar um estágio você aperfeiçoe suas capacidades de comunicação, inclusive a escrita.

  9. eu so daiane estou aprocura do meu primeiro emprgo

  10. e o meu dever e aminha salvassao

  11. Aparecida Daiane da Silva Novais disse:

    estou muito aprocura de emprego

  12. sillas santana moreno disse:

    eu gostaria de encontrar um estagio pela tarde que pela manaha eu estud.
    sendo que eu nunca estagiei estou precisando muito

  13. sillas santana moreno disse:

    eu gostaria de encontrar um estagio pela tarde que pela manaha eu estudo……

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *