Técnico, você participa do mercado trilionário 3G?

Vovó geek O envelhecimento da população beneficia diversos setores da economias. Estudos mostram que a adesão das pessoas da terceira idade a novas tecnologias tem sido rápida. Em 2014 cerca de 5 milhões de brasileiros com mais de 55 anos acessaram a internet para bater papo, ler notícias e comprar produtos, cinco vezes mais que o observado em 2009.

As projeções indicam que atualmente os brasileiros mais velhos, acima de 50 anos, gastam pelo menos R$ 1,1 trilhão por ano, 34% desembolsado pelo total da população. Há 10 anos respondiam apenas por 19% dos gastos. Diante desse quadro fica a dúvida: qual sua participação nesse nicho de mercado?

Eles gastam em média R$ 700 por mês em produtos e serviços de informática e telecomunicações. Enquanto o número de potenciais clientes solicitando desktops despencou, o de smartphones movimentou entre julho e setembro de 2014 a bagatela de 15,1 milhões em aparelhos inteligentes, uma alta de 49% na comparação com o período do ano passado.

Não é fácil se aproximar desse público, a maioria é muito exigente em termos de relações de consumo e são super informados. Detestam descobrir que foram vítimas da dissonância cognitiva (para saber mais sobre a dissonância cognitiva, acesse a 7ª aula do 4º módulo – Psicologia do cliente). Não se importam em pagar até R$ 180 por aula ou consultoria, mas exigem conhecimento e cultura do técnico para desenvolver um papo-cabeça. Costumo conversar com eles sobre vinhos e paises (viagens internacionais).

Criei no SENAI-DF em 2009 (acesse aqui o plano de curso) um curso para esse nicho com o nome de Informática para a Melhor Idade – Geração 3G. Havia uma aula de degustação e a maioria queria saber o porquê do 3G. Muitos arriscavam dissertar sobre a telefonia celular, mas teve um que fez a sala inteira desabar numa gargalhada. O senhor de cerca de 60 anos deu uma aula sobre o “Ponto G” que fez corar de vergonha algumas senhoras.

A temperatura ambiente não poderia passar dos 24ºC e o tamanho das fontes no computador precisariam ser bem grandes para facilitar a visualização. Se você é técnico em informática e deseja entrar nesse trilionário mercado, segue abaixo bibliografia recomendada para conhecer técnicas adequadas para esse nicho de mercado:

Bibliografia
FOSCHINI, Ana Carmen, Blog – Coleção Conquiste a Rede, Common Creative License, SP,2009.

KACHAR, Vitória, Terceira Idade & Informática: aprender revelando potencialidades, Cortez Editora, SP, 2003.

NISTI, Geraldo Belluomini, Informática para Idades Avançadas, Editora Ciência Moderna, RJ, 2014

SALES, Márcia Barros de, Informática para a 3ª Idade, Editora Ciência Moderna, RJ,2009.

SOUZA, Edno, Inclusão digital para Terceira Idade, Universidade Estadual de Londrina,PR, 2007.

TADDEI, Roberto Romano, Jornalismo cidadão, Você faz a notícia – Coleção Conquiste a Rede, Common Creative License, SP, 2009

Esta entrada foi publicada em InsTrUTOR. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *