[insTrUTOR] Envio manual de e-mail no Outlook 2016

Quemel insTrUTOR corporativo O curso é sobre gerenciamento de informações e atividades. Em 40 horas aprendemos a controlar agendas, compromissos, eventos, tarefas e a administrar melhor nosso tempo.

Iniciamos o semestre utilizando o material didático do Outlook 2007 e fomos surpreendidos pela migração para o Outlook 2016.

O que fazer? Não tivemos problemas, pois não importa qual software se utiliza. O mais importante é aprender a filosofia do aplicativo.

Quando ministrei o curso de processador de textos, os participantes além de aprenderam a escrever e a construirem melhores canais de comunicação, conseguiram competência técnica tanto no Word como no Write.

A aula que fez o maior sucesso foi a do envio manual de mensagens eletrônicas (e-mail). A experiência dos participantes segundo relatos pessoais foi extraordinária, pois alguns nunca enviaram um “e-mail manual”.

O exercício que contou para a Avaliação de Aprendizagem (não pode falar que é prova, senão causaria um impacto psicológico negativo) envolveu conhecimentos diversos no controle de mensagens eletrônicas dentro do Outlook 2016.

Os educandos e educandas tiveram que redigir um carta (e-mail manual) e postar numa agência dos Correios. Até a atendente achou a operação estranha: “ninguém posta mais cartas aqui”, confessou. Quando da entrega pelo carteiro no endereço específico, também o estado de estupefação: “faz muitos anos que não entrego uma carta, mas aqui são oito”, informou desconfiado.

A moral da história era simples: o trabalho dispendido para enviar uma carta (e-mail manual) foi muito exaustivo. Se desse todo esse trabalho para enviar um e-mail em forma de spam, você enviaria essa quantidade de mensagens eletrônicas? [Baixe aqui a aula inovadora em Microsoft Outlook]

Esta entrada foi publicada em InsTrUTOR. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *